Taça de fel

A bebida tinha um gosto horrível. Ainda assim ele não parava de beber! Por que? Por que não parar, por que não sair e ir embora? O tédio (maldito tédio!) impulsionava-o a auto-destruição! Não se importar nem se incomodar! Apenas beber (esse seria seu lema se ele tivesse um)! E no fim esquecer, no fim não mais saber de nada, no fim apenas a ressaca amarga e o estômago dolorido (o vômito faria o favor de retirar todo o veneno de si). Pensava apenas: “Foda-se!” Não queria saber, não queria nada! Pensava: “Foda-se tudo, até eu mesmo!”

No fim, apenas a dor restaria. Dor amarga, ingrata e cruel; ainda assim, fiel companheira que o acompanhava desde sempre. Desde … Não, não queria lembrar, não queria saber: queria apenas beber, beber e beber (refugio, fuga, asilo), = válvula de escape, solução [(antepen)última] dos desesperados, tentativa de preenchimento do sentimento do vazio … tédio!

Mas ele não queria lembrar, não podia lembrar; se lembrasse, sua dor seria tão desesperadora, tão intensa e aguda e crônica e lancinante que não suportaria. Então o que fazer? Beber! Beber para esquecer, para não saber; e quem sabe porventura [desejo último do inconsciente] morrer. Era isso? Esse era seu desejo? A morte? Acabar com sua existência medíocre, banal e ordinária? Mas seria tão fácil … não mais sofrer, não mais lembrar, não mais nada. Seria pior a morte que a vida? Seria pior descansar na cama final que aguarda toda a humanidade a se arrastar no lodo da vida? Seria pior?

E então ele bebe. Cada vez mais e mais. Nunca antes ele havia bebido assim, nem em seus porres mais homéricos, nem em suas farras mais lascivas, nem em seus sonhos. Quase não lhe restavam mais forças, quase não lhe restava mais consciência. Sua última dose de energia estava direcionada para o levantar do copo e o sorver da bebida e seus últimos pensamentos conscientes resumiam-se em palavrões raivosos dirigidos contra si, contra tudo e contra todos. Todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s